Eternizando em palavras a fugacidade do coração.

Quando eu era pequena durante muito tempo procurei os mamonas assassinas atrás das nuvens.
Anos e anos se passaram, e até então eu ainda ria dessa história.
Mas hoje se eu pudesse ver vocês através das nuvens, se eu pudesse ao menos ver pela última vez, dizer o quanto eu gosto de vocês, do quanto foram importantes, dizer que vocês tinham mais vida do que muita gente que viveu cem anos.
Que vocês emanavam alegria, luz, sabedoria, amizade,companheirismo.
Eu me lembro de muitas coisas boas, de conversas, de ideias, de bares, de viagem, de risadas, de trucos, de Jogo de máfia, de histórias, de rimas e de roles, roles que se eu pudesse teria saído muito mais com vocês.
Domingo foi um dos piores dias da minha vida, mas o sol brilhou tanto, foi um dia tão lindo para me despedir .
Eenquanto um estava fechado, o outro estava ali, para que todos pudessem olhar e dizer adeus.
Eu queria abrir, gritar, te sacodir.
Pedir para que levantasse, mesmo sabendo que eu não tinha direito nenhum , mesmo sabendo que não era alguém que te marcou.
Eu queria te tirar dali.
Você. Vocês.
Marcaram e deixaram saudade.
Não há razão, somente coração.
Eu não sei para aonde foram, não sei o que acontece depois que se vai.
Sei que de um jeito ou de outros vocês sempre estarão aqui e ali.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s